ESTRATÉGIA DE RELACIONAMENTO E CRIAÇÃO DE VALOR: UM ESTUDO DE CASO NA ARQUITETOS DA CRIATIVIDADE

Rodrigo Médici Cândido, Bárbara Fagiani Aquino, Bianca Sonnewend, Luiza Kaneko, Michele Barros

Resumo


Em um cenário de extrema competitividade, devido a atual situação da economia globalizada, a necessidade de criar valor para o cliente a fim de que a marca seja percebida como única em sua oferta de produtos e serviços mostra-se fundamental para a diferenciação das empresas. Diversos fatores afetam a percepção de valor em serviço ou produto, como o atendimento, serviços prestados, experiência do consumidor, preço, custos, benefícios, prazos de entrega e qualidade, entre outros. Este artigo, de caráter qualitativo, tem o objetivo de analisar a empresa Arquitetos da Criatividade, uma pequena agência de marketing inteligente, prestadora de serviços para pequenas e médias empresas, e identificar os fatores críticos de sucesso para a geração de valor para o cliente. Foram utilizadas referências dos campos teóricos da gestão estratégica e do marketing e, com base nos resultados obtidos, ficou evidenciado que a estratégia atual da Arquitetos da Criatividade, apesar de gerar valor para o cliente, pode ser melhorada com a realização de um planejamento estratégico e com a adoção de critérios de desempenho para controle e implementação de estratégias.  Este artigo terá utilidade para futuros pesquisadores na medida em que trata de problemas enfrentados por outras empresas do mesmo setor e porte. 


Palavras-chave


Estratégia de relacionamento; Criação de valor; Marketing estratégico; Relationship strategy; Value creation; Strategic marketing

Texto completo:

PDF

Referências


ALBRECHT, Karl. Revolução nos serviços – como as empresas podem revolucionar a maneira de tratar os seus clientes. 5 ed. São Paulo: Pioneira, 1998.

BOONE, Louis E.; KURTZ, David L. Marketing contemporâneo. São Paulo: Cengage Learning, 2009.

CHURCHILL, Gilbert A. Jr.; PETER, J. Paul. Marketing: Criando Valor para os Clientes. São Paulo: Saraiva, 2005.

CRESWELL, John W. Projeto de Pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3 ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

DIEHL, Astor A.; TATIM, Denise C. Pesquisa em ciências sociais aplicadas: métodos e técnicas. São Paulo: Prentice Hall, 2004.

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo. Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

HITT, Michael A.; IRELAND, R. Duane; HOSKISSON, Robert E. Administração estratégica. São Paulo: Thomson, 2003.

HOOLEY, Graham; PIERCY, Nigel F.; NICOLAUD, Brigitte. Estratégia de Marketing e Posicionamento Competitivo. 4. ed. São Paulo: Pearson, 2011.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: http://www.igbe.gov.br. Acesso em 02 mai. 2017.

KOTLER, Philip. Administração de marketing. 10. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2000.

KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary. Princípios de marketing. 12 ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

KRUMENAUER, Dayan. Estudo do Grau de Satisfação dos Clientes da Empresa MPK do Brasil LTDA. Criciúma - SC. 2010. 73 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Curso de Administração de Empresas, Universidade do Extremo Sul Catarinense, Criciúma, 2010.

LOVELOCK, Christopher; WIRTZ, Jochen; HEMZO, Miguel Angelo.

Marketing de Serviços: Pessoas, Tecnologia e Estratégia. 7. ed. São Paulo: Pearson, 2011.

MARCONI, Marina de A.; LAKATOS, Eva M. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MINTZBERG, Henry; QUIN, James B. O processo de estratégia. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

OLIVEIRA, Edson G. et al. Marketing de serviços: relacionamento com o cliente e estratégias para a fidelização. Revista de Administração da FATEA. Lorena, v.2, n.2, p.79-93, jan./dez. 2009.

VIEIRA, Sonia. Como elaborar questionários. São Paulo: Atlas, 2009.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3 ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista FATEC Sebrae em debate : gestão, tecnologias e negócios.