A IMPORTÂNCIA DO PORTO SECO COMO FACILITADOR NA ARMAZENAGEM E DESEMBARAÇO ADUANEIRO

Elionaia Coelho Germano, Acyr Elias Freire Junior

Resumo


O presente artigo tem como objetivo mostrar a importância do Porto seco ou Terminais Alfandegados, conhecidos como EADI (Estação Aduaneira de Interior), realizando seu trabalho em conjunto com o Porto marítimo. Utilizando-se da metodologia bibliográfica de teses, dissertações e trabalhos acadêmicos, livros e sites de internet nos propomos a identificar e relatar as vantagens e desvantagens dos Portos secos para o comércio exterior, suas estruturas e sua importância na diminuição dos gargalos existentes na zona primária portuária, com a realização do despacho aduaneiro antes mesmo do embarque ou desembarque de mercadorias. Esta pesquisa é descritiva pois, visa expor características de determinado fenômeno Também é explicativa visa explicar quais fatores e como contribuem para a ocorrência de tal fato. A princípio foram pesquisados temas relacionados aos Portos Secos, com objetivo de obter conhecimentos para realização do artigo. Os dados citados no decorrer deste trabalho foram obtidos através dos sites oficiais dos Porto. Demais informações foram extraídas de sites da Receita Federal, Agência Nacional de Transporte Aquaviário, Banco Central do Brasil, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Associação Brasileira de Portos e Clias, dentre outros sites oficiais.

 

Abstract:

 

The present article's objective is to show the importance of Dry Ports or Customs precinct, known as ICP (Inner Custom Precinct), performing its work along with maritime ports. The usage of bibliographic methodology, academic dissertations, books and internet sites was adopted in this work. This way it is possible to identify and report the advantages and disadvantages of Dry Ports for international trading, its structures and importance in reducing the relevant bottlenecking at ports areas, by performing customs clearance even before shipment or unloading of goods. This research is descriptive as it aims to describe the characteristics of a selected phenomenon. It is also explanatory as it explain the cause and effect relations, which are the factors and how they contribute to the occurrence of that phenomenon. At first topics related to Dry Ports were studied in order to obtain knowledge to write the article. The data used in this research was obtained through the official web sites of the port. Other informations were obtained in the following web sites: Receita Federal, Agência Nacional de Transporte Aquaviário, Banco Central do Brasil, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Associação Brasileira de Portos e Clias, among other official web sites. 

 


Palavras-chave


Porto Seco; Armazenamento; Despacho Aduaneiro; Dry Port; Storage; Customs clearance

Texto completo:

PDF

Referências


ABEPRA. Disponível em: < http://www.abepra.org.br/wp-content/uploads/2015/02/abepra_2015.pdf>. Acesso em 10 de outubro de 2016.

Coelho, L. G. A importância dos Portos Secos na logística aduaneira do Brasil – uma visão geral. Disponível em: < http://www.logisticadescomplicada.com/a-importancia-dos-portos-secos-na-logistica-aduaneira-do-brasil-%E2%80%93-uma-visao-geral/>. Acesso em: 13 de novembro de 2016.

CONSONI, G. Portos secos são uma alternativa para o congestionamento de cargas. Disponível em: acessa-do em: 29 de setembro 2016.

DIÁRIO do Comércio, Portos Secos - Importações nos terminais são crescentes. Dis-ponível em: . Acesso 09 de outu-bro de 2016.

DIAS, J. C. Q. Logística Global e Macrologística. Lisboa Sílabo 2005.

DRY Port. Disponível em . Acesso em: 10 de outubro de 2016.

GUEIROS, H. Porto seco. Disponível em: . Acesso em: 13 de outubro de 2016.

PORTO Seco de Foz do Iguaçu, foto. Disponível em: < http://www.imam.com.br/logistica/?start=1472>. Acesso em: 16 de outubro de 2016.

PORTO Seco Uberlândia. Disponível em: < http://www.uberlandia.mg.gov.br/?pagina=invista&id=291> Acessado em: 21 de outu-bro de 2016.

PORTOGENTE. Disponível em: . Acesso em 10 de novembro de 2016.

SCS, Comercial Serviços Químicos LTDA. Disponível em: . Acessado em: 16 de outubro de 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista FATEC Sebrae em debate : gestão, tecnologias e negócios.